Se você ainda não sabe o que é IoT, fique atento.

É provável que, daqui por diante, essa tecnologia esteja cada vez mais presente no nosso dia a dia.

Por um lado, IoT se fará presente no dia a dia das pessoas, com uma crescente variedade de soluções voltadas para seu conforto e comodidade.

Por outro lado, ela também estará no dia a dia das empresas, potencializando ganhos de produtividade e redução de custos, entre outros benefícios.

E conforme veremos neste artigo, embora IoT ainda tenha muito a evoluir, ela já é uma realidade.

Afinal, o que é IoT?

A Internet das Coisas (Internet of Things – IoT) refere-se a uma tecnologia que conecta objetos à internet.

Mas nesse caso, os objetos em questão não são computadores, tablets ou smartphones.

Em Internet das Coisas, falamos da conexão de objetos como carros, eletrodomésticos, equipamentos industriais, peças, relógios e óculos, entre outros.

Com o uso de sensores e outras formas de tecnologia embarcada, a Internet das Coisas permite monitorar objetos e ambientes e, mais que isso, fornece a alguns desses objetos certo grau de autonomia na execução de tarefas.

Essa tecnologia recebeu um importante impulso nos anos 90, mas foi a partir de 2010 que ela ganhou escala, passando a ser aplicada em diferentes campos.

A aplicação de IoT para uso pessoal

internet das coisas no uso pessoal

Um número crescente de empresas tem criado produtos com tecnologia IoT embarcada, oferecendo a seus clientes diversos benefícios.

Essa é uma área em que o uso da tecnologia IoT está apenas começando, havendo ainda muito por ser desenvolvido.

Entre as principais aplicações de Internet das Coisas para uso pessoal, destacam-se:

  • O monitoramento de indicadores de saúde, como pressão sanguínea, batimentos cardíacos, níveis de glicose e saturação de oxigênio.
  • O monitoramento remoto de eletrodomésticos, permitindo uma ação mais efetiva da assistência técnica.
  • O monitoramento das condições de uso de automóveis.

A casa inteligente

Outro uso pessoal para a Internet das Coisas que deve se sofisticar cada vez mais é a casa inteligente.

Nela, é possível controlar itens como iluminação, temperatura, eletrodomésticos e monitoramento do acesso a pessoas, por exemplo.

Em um prédio, o sistema pode, adicionalmente, controlar vagas no estacionamento.

Cidades inteligentes

Da mesma forma que ocorre com a casa inteligente, o conceito de cidade inteligente tende a ganhar novas possibilidades a partir do uso da Internet das Coisas.

Com efeito, uma cidade inteligente requer soluções que contemplem aspectos como mobilidade, acessibilidade, segurança e sustentabilidade, entre outros.

Certamente são muitas as possibilidades que se abrem para o emprego de IoT nesse cenário. Transporte público, limpeza urbana, controle de trânsito e iluminação são algumas delas.

A aplicação de IoT nas empresas

A internet das coisas IOT

Com benefícios como redução de custos, aumento da produtividade, manutenção preventiva inteligente de equipamentos, redução de acidentes de trabalho e constância na qualidade dos produtos e serviços gerados, o uso da Internet das Coisas está bastante avançado nos processos internos das empresas.

IoT na indústria

A indústria é hoje o setor da economia que mais emprega a tecnologia de Internet das Coisas em seus processos.

Na etapa de fabricação dos produtos, IoT representa um aprofundamento da automação industrial, com a possibilidade de um controle do ritmo de produção a partir da troca de informações entre as máquinas.

Na etapa de logística, os principais usos de IoT referem-se a sistemas de comunicação, de monitoramento da cadeia de suprimentos e  de rastreamento de veículos.

IoT no agronegócio

Outro exemplo de segmento que vem utilizando IoT é o agronegócio. Entre as aplicações adotadas por empresas do setor, destacam-se:

  • A utilização de tratores equipados com sensores para colher dados que depois serão analisados pelos produtores.
  • A integração de sensores meteorológicos aos sistemas de irrigação, permitindo um controle de sua utilização de forma mais ajustada às condições climáticas a que a plantação está submetida.
  • Monitoramento remoto e em tempo real do plantio.

A SAP e a tecnologia IoT

Acompanhando a evolução da tecnologia IoT, a SAP, empresa líder em software de gestão empresarial oferece a seus clientes desde aplicativos empresariais prontos para uso e integráveis a outros sistemas existentes, até serviços de desenvolvimento de soluções específicas em Internet das Coisas.

O destaque do portfolio de produtos da empresa é o SAP Leonardo, uma plataforma baseada na nuvem que permite a integração de sistemas legados com tecnologias emergentes, entre elas a IoT.

Entre os aplicativos IoT propriamente ditos, destacam-se os de:

  • Monitoramento de veículos;
  • Monitoramento de dispositivos como refrigeradores, freezers e máquinas de venda;
  • Gestão de ativos;
  • Manutenção preventiva;
  • Conversão de dados coletados por sensores para análise.

Tendências em IoT

IoT representa hoje um campo bastante aberto a inovações, a começar pela possibilidade de conectar qualquer objeto à internet.

De fato, sensores e chips cada vez menores facilitam a aplicação de tecnologia embarcada em uma crescente variedade de objetos.

Por sua vez, as redes de transmissão de dados estão se adaptando às novas tecnologias. A rede 5G de telefonia móvel chegará em breve, já preparada para absorver o fluxo de dados da Internet das Coisas.

Além disso, com a IoT associada a tecnologias como Big Data, Inteligência Artificial e BlockChain, torna-se inimaginável a quantidade e a variedade de novas aplicações que deverão surgir nos próximos anos.

Um importante trabalho que começa a surgir em relação à tecnologia IoT diz respeito à padronização na troca de informações.

Outra preocupação constante que tem merecido investimentos é com a segurança da informação.

Conclusão

O crescimento do uso de aplicações de Internet das Coisas é bastante acelerado em todo o mundo.

Estima-se que até 2020, mais de 20 bilhões de dispositivos estejam conectados à internet, lendo e transmitindo dados e executando tarefas de forma cada vez mais autônoma.

Assim, a Internet das Coisas não pode mais ser vista como uma tendência, ela já está acontecendo. E ao lado de outras tecnologias emergentes, deve dominar o cenário das inovações tecnológicas dos próximos anos.

Em suma, eis aí a importância de saber o que é IoT e de ter consciência de que será inevitável lidar com ela, na vida pessoal e no ambiente de trabalho. Não à toa, empresas como a SAP tem investido nessa tecnologia.